quarta-feira, 2 de maio de 2012

Inês Anacleto - uma poetisa na escola

Lisboa

Esta cidade debruçada
Sobre o rio Tejo calmo e solitário
As sete colinas que guardam a cidade
E contam histórias de reis
As ruas com cheiro à bela sardinha
Embaladas com o nosso fado
Os pregões dos vendedores ambulantes
Confundem-se na multidão
Das pessoas que andam rua acima rua abaixo
Pelas lindas ruas calcetadas
Onde belos desenhos são feitos pelos calceteiros
Os monumentos são obra maravilhosa
Que nos faz ter orgulho em sermos portugueses
Os elétricos amarelos a fazer contraste
Passeiam as pessoas que muito gostam
Da nossa Lisboa antiga, mas bonita.
Inês Anacleto
18/04/2012


Um comentário: